Local de Treinamento: Avenida Atlântica, 324, Leme - RJ - Contato: 21 99535-0779 - Matriz SP: 11 2506-3384
ALAMEDA SANTOS, 1293 - 9º ANDAR - SP | 11 2506-5170 | 2506-3384

Você acha ou você acredita?

Já falei por aqui sobre alguns vícios de linguagem que podem comprometer o entendimento da mensagem quando estamos transmitindo a nossa opinião.

Um deles é o uso da expressão “eu acho”. Antes da gente continuar eu te pergunto: você acha as coisas, ou você acredita?

Percebeu a diferença? Na primeira você opina, na segunda você compartilha uma visão.

Quando usamos o “eu acho” mesmo sem ter a intenção, assumimos uma posição que não passa confiança ou embasamento. Isso acaba dando a impressão de um discurso raso, do famoso “achismo”. 

Enquanto o “eu acredito” ou “na minha visão” fica no campo das convicções. E é claro que convicções são mais fortes e passam mais credibilidade.

E mais, quando a pessoa acredita ou usa desse vocabulário, a gente subentende que ela fala baseado em um conhecimento concreto.

Deixo aqui um exercício para você por em prática a partir de agora. Ao conversar com seus amigos, familiares ou colegas de trabalho, troque o “eu acho” por “eu acredito”. E o “na minha opinião” por “na minha visão, ou até mesmo “eu entendo que”.

Afinal, já que você vai dar a sua opinião, faça com que ela seja considerada.

 

 

WhatsApp WhatsApp